O Melhor da Semana – 17 à 22.02.2020

Topíssima” em “Amor sem Igual” -  Viva mantem a folha de parreira na abertura de “Brega e Chique” tal qual a apresentação original - A retratação da guerra em “Éramos Seis


Topíssima” em “Amor sem Igual”

              Quem assistiu o capítulo de quarta (19) e Quinta (20.02) de Amor sem Igual, foi surpreendido com a presença de Sophia e Antônio, os personagens de Topíssima, trama anterior no horário, vividos  pela Camila Rodrigues e Felipe Cunha. Os dois passeavam pelo mercadão onde o OXênte (Ernani Moraes) e Miguel (Rafael Sardão),  personagens de Amor sem Igual tem bancas.  Eu, fã de crossover e menções  em  novelas de outras tramas, fui ao delírio.

Viva mantem a folha de parreira na abertura de “Brega e Chique” tal qual a apresentação original

              Todo mundo sabe que quando estreou em 1987, Brega e Chique, trama do autor CassianoGabus Mendes, causou uma maior polêmica apresentando um modelo nu de costas em sua abertura, para ilustrar o   Pelado, pelado, nu com a mão no bolso”  da música “Pelado” do Ultraje a Rigor, tema de abertura. Na atual reprise do Viva o Canal fez questão de manter a originalidade da  apresentação,   com direito a polêmica e tudo, e no segundo capítulo a abertura também veio com a folha de parreira cobrindo o bundão do Vinícius Manne. A Proibição do bumbum do modelo levou alguns dias para ser derrubada,  o que gerou ainda uma outra versão de abertura, exibida no quarto capítulo da trama, que na reprise foi ao ar neste sábado (22.02) - Nesta o Vinícius Manne   faz um efeito bumerangue, tipo aquele do Instagran, com o modelo indo e vindo sem mostrar nada.  

A retratação da guerra em Éramos Seis

              Com uma reconstituição impecável, o remake de Éramos Seis, reescrito pela Ângela Chaves,  está apresentando o fronte de guerra da revolução  constitucionalista de 1932, contra o governo federal  que tomou conta da capital paulista naquele ano.
              A direção, os atores e a autora estão de parabéns. Apesar do entrecho da  guerra ser uma espécie de “quadro” separado dentro de Éramos Seis, onde alguns personagens se envolverão , o caso de Alfredo (Nicolas Prattes) e Inês (Carol Macedo), vem sendo mostrado com uma riqueza de detalhes  em todos os âmbitos e só  enriqueceu o soturno remake do romance de  Maria José Dupré.

Veja Também :
Trilha Sonora Eterna - Brega e Chique (1987)
e10blog
O Melhor da Semana 
Fonte:
Texto: Evaldiano de Sousa

Comentários